Rotas do Baixo Guadiana

/ Guadiana naturalmente

Naturalmente activa: Do litoral ao interior do Baixo Guadiana

Tipologia: Por Caminhos (rota Ciclista)Por estrada
Distancia: 28 km (automóvel)    Duraçao: 1 día

As distancias e duração aproximada das rotas em bicicleta são:
Rota Ayamonte-Villablanca (sem informação)
Rota Um Passeio pelo vento:2,78 km, 40 minutos
Rota das Pastagens: 24.63 km, 1 hora 30 minutos

Municípios que abrange:
Ayamonte
San Silvestre de Guzmán (C. I. Ecossistemas)
Villablanca (C. I. Caminhos Naturais, C.I. da Dança)
Ponto de Saída: Oficina de Información Turística, em Ayamonte
Ponto de Chegada: Centro de Interpretação “Ecossistemas” no El Granado
  • Ayamonte (Oficina de Información Turística): 37.212994,-7.404474
  • Ayamonte (Ecomuseo “Molino del Pintado”): 37.21161,-7.390366
  • Villablanca (Centro de Interpretación “Caminos Naturales”): 37.310379,-7.342472
  • San Silvestre de Guzmán (Centro de Interpretación de Los Ecosistemas): 37.386833,-7.347922

O Baixo Guadiana contem diversos valores naturais, comuns em ambos os lados da fronteira. Neste sentido, este território conta com uma série de espaços interpretativos que oferecem ao visitante conhecimento e diversão e a possibilidade de chegar a eles através de uma extensa rede de caminhos aproveitados para o efeito. Por isso, com “Naturalmente activa, do litoral ao interior do baixo Guadiana” o visitante poderá conhecer através dos seus Centros e rede de caminhos adaptados a ciclo turistas a diversidade de ecossistemas, desfrutando dos valores naturais e culturais das marismas de Ayamonte e das paisagens mais típicas do Baixo Guadiana interior.

Na recentemente inaugurada Oficina de Información Turística de Ayamonte se fará a partida da presente Rota, desde a qual nos dirigiremos ao Ecomuseu “Moinho del Pintado”, de onde  poderá desfrutar de um moinho de maré reabilitado e recuperado para a sua visita e que se encontra situado no “Paraje Natural Marismas de Isla Cristina”. Assim, neste espaço se valoriza um dos ecossistemas do Baixo Guadiana, a Marisma e toda a cultura e historia que nos legaram.

Esta rota poderá fazer-se com veiculo motorizado ou em bicicleta de montanha (BTT). No caso de se realizar por BTT, percorrer-se-ão parte dos itinerários ambientais disponibilizados pela Junta de Andaluzia integrados no projecto UADITurS (e do anterior Guaditer), concretamente o que parte de Ayamonte. Uma vez chegados a Villablanca, visitaremos o Centro de Interpretação “Caminhos Naturais” no qual se expõe a rede de caminhos e vias verdes que se situam nos municípios da Mancomunidad de Beturia. O espaço de exposição situa-se no sitio do conhecido “Molino Antonio Pérez”, que tem também, informação explicativa dos Moinhos do município e desde o qual se pode desfrutar de umas excelentes vistas do município de Villablanca e do Baixo Guadiana. Neste CI presta-se especial relevância à Rede de Rotas Ciclo turísticas dos municípios da Beturia.

No caso de estar a fazer esta rota em bicicleta, poderá eleger a Rota de “Um passeio entre o Vento”, itinerário sinalizado para BTT que une Villablanca e San Silvestre de Guzmán.

Já neste município, poderá visitar o CI dos “Ecossistemas” onde poderá conhecer através de meios e técnicas museográficas atractivas e intuitivas os distintos ecossistemas dos municípios da Mancomunidad da Beturia e, por extensão, os do Baixo Guadiana. A presença do rio Guadiana e suas ribeiras e estuário, as extensas pastagens com azinho e sobro, as marismas litorais, as culturas, etc, moldam e configuram uma série de ecossistemas com grandes níveis de conservação e com uma exploração realmente sustentável. Além disso, poderá conhecer a flora e a fauna dos principais espaços protegidos, os riscos e problemas ambientais que nos ameaçam.

  • Pode fazer-se em bicicleta ou em transporte motorizado.
  • Esta rota poderá subdividir-se em várias etapas, especialmente para aqueles que façam o itinerário em bicicleta e que não estejam habituados a esta actividade.
  • Esta rota, para além dos turistas, está orientada a adeptos do desporto de toda a província de Huelva.
  • Para analisar o grau de dificuldade e características das rotas ciclistas que unem Villablanca e San Silvestre de Guzmán, consulte a página Web da Mancomunidad da Beturia: www.beturia.es
  • Recomenda-se realizar esta rota completa fora do Verão, pois as altas temperaturas não ajudarão para uma cómoda visita, especialmente se realiza a rota em bicicleta.
  • Planearam-se rotas lineares, pelo que no caso de fazê-las em bicicleta deverá ter em conta a logística para voltar ao ponto de início.
  • A coordenação entre entidades gestoras dos Centros será de grande importância em matéria de informação de horários e dias de abertura, preços, tamanho dos grupos, etc.

  • Parque Zoológico “Prudencio Navarro”, Ayamonte
  • Vía Verde Litoral, Ayamonte
  • Itinerário ambiental criado no âmbito do Guaditer e Caminho Natural do Guadiana (por eles passam parte das Rotas Ciclo turísticas)
  • Rotas Cicloturísticas de Beturia::
    • Rota “Um passeio pelo Vento”
    • Rota de La Blanca (situada em Villablanca, esta rota não é de passo obrigatório para o nosso percurso)
  • Moinhos de Vento: Moinho António Pérez (Villablanca), Moinho Vilán (San Silvestre de Guzmán), etc.
  • Parque eólicos
  • Marismas, pastagens e outros recursos naturais.